quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

O DECÁLOGO DE LENIN

Em 1913, Lênin escreveu o "Decálogo" que apresentava ações táticas para a tomada do Poder. Qualquer semelhança com os dias de hoje, não é mera coincidência. Tendo a História se encarregado de pôr fim à questão ideológica, a meditação dos ideais, então preconizada, poderá revelar assombrosas semelhanças nos dias de hoje, senão vejamos: O Decálogo de Lenin 1.. Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual; 2.. Infiltre e depois controle todos os veículos de comunicação de massa; 3.. Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais; 4.. Destrua a confiança do povo em seus líderes; 5.. Fale sempre sobre Democracia e em Estado de Direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o Poder sem nenhum escrúpulo; 6.. Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do País, especialmente no exterior e provoque o pânico e o desassossego na população por meio da inflação; 7.. Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País; 8.. Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não as coíbam; 9.. Contribua para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não-comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista; 10.. Procure catalogar todos aqueles que possuam armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência à causa Indiferente da ideologia, esse Decalogo demonstra muito bem o que vemos acontecendo em nosso pais. Na época de Lenin a implantação de um estado socialista era o principio. Nos dias de hoje, o que vemos por aqui é o aparelhamento do Estado e distribuição dos ministerios e empresas estatais aos partidos politicos para atender a uma minoria e desviar dinheiro publico para enriquecimento ilicito em detrimento às necessidades da população. Nos tratam e agem como se fossemos debeis mentais. As eleições municipais estão aí! Elas formam a base do poder e canalizam os votos para posterior eleição do Presidente da Republica, detentor do poder nesse nosso pais grande e bobo. Pense bem ao votar nos seus vereadores e prefeitos. Escolha um partido que ainda tenha um mínimo de ética e interesse pelo bem publico. Escolha candidatos ficha limpa e eleja aqueles que realmente possam mudar esta situação de bandidagem que assola o país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JORGE DONN - Bolero de Ravel