segunda-feira, 25 de maio de 2015

BioSaúde



Núcleo BioSaúde em Belo Horizonte

     A Bio - Núcleo de Vida e Saúde Integral é uma associação sem fins lucrativos (reconhecida como sendo de Utilidade Pública Municipal) desenvolve atividades e projetos de abrangência estadual, nacional e internacional desde 1996, empregando os princípios da Bio Saúde.

    Atende pessoas, grupos, organizações e comunidades que buscam impulsos de crescimento por meio de práticas naturais para a conquista e manutenção da saúde integral. Seu principal diferencial é o de não ser um espaço clínico voltado para cura de doenças, mas de educar para a saúde cuidando da vida e do meio ambiente. Práticas alimentares, exercícios físicos, limpeza intestinal, práticas de meditação, resgate do saber popular em saúde (uso terapêutico de ervas, da argila e da água), fazem parte das atividades que promove, visando despertar as potencialidades das pessoas para cuidarem de sua saúde promovendo mudanças simples e possíveis, no seu cotidiano.



Filosofia e História

    O conceito de Bio saúde origina-se do que foi inicialmente denominado Medicina Natural Agradável ou “kai igaku” na língua de seu criador, o médico japonês Ryosuke Uriu. Ao conhecer os seus fundamentos e práticas, Atom Inoue aprofundou seus estudos e se deparou com limitações da mesma, por carecer de fundamentos compatíveis com uma medicina sistemática e científica.

    Assim, seus estudos foram direcionados para esta sistematização que culminaram em três idéias básicas e norteadoras de seus fundamentos:
1. deve ser natural e não ser agressiva, sempre considerando o modo de vida das pessoas;
2. deve objetivar não só a cura de doenças, mas principalmente orientar as pessoas na busca de melhorias na sua qualidade de vida
3. deve ser popular, com idéias e métodos simples e aplicáveis, sem riscos e econômicos, desencadeadores de solidariedade e de independência de recursos caros e especializados.

    Embasado na concepção holística da saúde e na existência de níveis energéticos que influenciam a vida e a saúde das pessoas, o médico da Medicina Tradicional Chinesa, Atom Inoue radicado na Nicarágua, aprofundou os estudos da Medicina Natural Agradável, iniciados pelo seu colega Ryosuke Uriu. O contexto em que Inoue conheceu os fundamentos desta medicina, foi o da Revolução Sandinista na década de oitenta, em que o povo estava em busca de sua identidade cultural.

    A partir de seus estudos, Inoue passa a denominar a Medicina Natural Agradável como Bioenergia ligando sua teoria e práticas à mobilização da energia vital, desvencilhando-as do caráter alopático com que as mesmas vinham sendo empregadas. Processualmente, seus estudos e escritos passaram a denominá-la como Bio Saúde (a partir do 1º Congresso latinoamericano de Bio Saúde realizado no Equador, em 2000), considerando que a saúde integral é uma conquista obtida no cotidiano, com práticas que tenham a ver com a vida, sem partir do referencial da doença a que a palavra medicina se liga, simbolicamente.

    A Bio saúde chegou ao Brasil nos anos noventa, quando o Doutor Atom Inoue veio dar cursos em São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco, tendo sensibilizado inicialmente, vários missionários religiosos, engajados em movimentos populares de saúde. Em 1996, a médica brasileira Fátima Pimenta, atual Coordenadora da Bio - Núcleo de Vida e Saúde Integral - foi à Nicarágua onde estagiou com o Doutor Inoue. De volta ao Brasil, deu início ao trabalho de organização e divulgação do movimento da Bio Saúde em Minas Gerais, que logo encontrou parceiros em diversos pontos do país. Seu trabalho culminou com a fundação da Bio - Núcleo de Vida e Saúde Integral, em Belo Horizonte - MG.



A Mandala

    Atom Inoue resumiu o modelo conceitual da Biosaúde no desenho de uma mandala, dividida em cinco setores que representam os cinco principais alvos da Biosaúde:
1) DESINTOXICAÇÃO;
2) RENOVAÇAO DA ENERGIA;
3) REJUVENESCIMENTO;
4) CONTROLE DA DOR E MAL-ESTAR;
5) ESTÍMULO IMUNOLÓGICO

    Cada um destes tem a indicação de procedimentos que são empregados em favor dos mesmos. São eles:
1) Fitoelementos na forma de chás, alimentos, banhos;
2) Urinoterapia: reforço imunológico; influências sutis;
3) Exercícios: respiração, movimento;
4) Terapias Caseiras: argila, hidroterapia, meditação;
5) Nutrição: alimentos integrais, limpeza intestinal, jejum.

    No centro da mandala um desenho representa os dedos das mãos de examinadores para a realização do Exame Bioenergético (“Bi- Digital O-Ring Test”). Assim, o desenho da mandala mostra a sistematização da Biosaúde como método fundamentado com teorias e práticas condizentes com sua filosofia.



O que é Bio Saúde?

    Mais do que um conjunto de práticas em busca da saúde integral, a Bio Saúde representa uma atitude e um desejo de mudança em direção a um novo modo de vida, formado por novos hábitos, mais sadios, naturais e agradáveis. Adaptando-se a esta nova vida, restabelecemos e fortalecemos a habilidade natural de cura de nosso organismo.

    A Biosaúde é um conceito de vida que agrega variadas práticas de medicina natural praticadas tradicional e popularmente em diversas partes do mundo e conhecidas por civilizações antigas e diversos povos na atualidade. O princípio da Bio Saúde é o de que o normal é ser saudável e que a causa das doenças está em alguma distorção ou desvio ocorrido em algum momento ou em algum ponto de nossa vida. Cuidando da vida corrigimos o desvio em sua origem, tratando da causa que originou a doença. Assim, curamos não apenas a doença, mas também nossa vida.
   
    A saúde verdadeira consiste em viver alegremente, de maneira livre, e morrer com graça, de forma saudável. Considerando que a natureza humana é a de ser saudável, a Biosaúde rejeita a idéia da luta contra a doença, preferindo a promoção da saúde integral por meio de caminhos de aprendizagem que levam a uma mudança de vida. O foco é a re-humanização do ser humano.

    A mudança de atitude frente à vida leva a uma harmonia que se reflete na relação de compreensão e respeito pela Natureza. Esta integração é que nos leva de volta ao nosso estado natural de ser saudável. A BioSaúde valoriza a alimentação vegetariana e integral, o jejum, a prática de exercícios físicos e as técnicas de terapia natural, como base para a construção de uma saúde verdadeira e de uma vida harmoniosa, alegre e serena.



Textos Publicados

Afinal, o que é e para que serve a "Biosaúde"?

    A construção de uma saúde verdadeira e a adoção de uma vivência harmoniosa, depende, antes de tudo, da postura de cada um, da nossa própria atitude. A situação da saúde no mundo é péssima, não apenas pela falta de apoio e de política dos governos e dos sistemas de saúde, mas também pelos maus hábitos e a falta de informações corretas da população sobre o assunto. A situação está cada dia pior. Surgem mais doenças graves e complicadas e cada vez mais doentes.

    Paradas cardíacas, artrose, osteoporose, doenças infecciosas, transtornos da menstruação e muitas outras, são doenças com as quais já convivemos quase que com naturalidade. Agora aparecem casos de câncer nas meninas; câncer uterino em recém nascidas; incapacidade de aprender e hiper atividade nos adolescentes.  Hoje, já encontramos, com certa freqüência, até Alzheimer e demência entre os jovens.
   
    Segundo estudos recentes, aos 40 anos de idade, todas as pessoas já podem ter desenvolvido 10 cânceres no organismo, o chamado micro carcinoma. Sabemos que a metade da população mundial sofre de câncer e um terço morre disso. Antes, não havia tanta incidência de câncer. Ele não aparece de repente, nem por casualidade; ele parece muito bem preparado e programado, adaptado à maneira de viver de cada indivíduo. Outro estudo, agora sobre a diabete, mostra que a doença já afeta mais de 70 % da população, muitas vezes acompanhada por obesidade, insuficiência renal, cegueira e depressão profunda. Vivemos em uma época crítica, decorrente da diminuição da qualidade da vida.

    Diante desta situação, as pessoas buscam ansiosamente uma solução imediata ou um remédio mágico para escapar do sofrimento e da dor, sem pensar em suas verdadeiras causas. A medicina oferece medicamentos como analgésicos, antibióticos, cortisona, insulina...para quem pode pagar. E em muitos casos oferece até exames e até cirurgias desnecessárias. A medicina alternativa também tem os seus recursos, como a homeopatia, a acupuntura e outras, às vezes caras. Estas terapias, em moda no mundo inteiro, competem com a medicina acadêmica. Ambos oferecem variedades terapêuticas. Mesmo assim, uma grande maioria dos doentes não está satisfeita com os recursos oferecidos. Às vezes há um alívio momentâneo, mas no dia seguinte tudo se repete e com o tempo, o mal piora. Tudo acompanhado de sofrimento e despesas enormes.
       
    Receber tratamento de médico ou de terapeutas é fácil e muito cômodo, quando se tem dinheiro e tempo. Mas, muito cuidado, eles tratam somente dos sintomas e doenças, e se esquecem das causas. Por isso nunca acontece a cura efetiva.

    É importante refletir e aprender com sua própria experiência de dor. Caso contrário, os doentes perdem a oportunidade de aprender sobre si mesmos, com a sua própria experiência e vivência. Sem esta busca, a pessoa repete a vida inteira os mesmos erros, até a morte.

Mudar para ser saudável

    As medicinas cometem muitos erros. Através da medicina, pode-se alcançar uma saúde "controlada ou administrada", mas jamais se chegará a uma saúde verdadeira. Isto porque as doenças estão localizadas em nossa própria vida. É o nosso modo de vida que está doente. Se alguém quer se curar das doenças, deve primeiro curar-se das doenças de sua própria postura diante da vida. As doenças podem desaparecer "sozinhas", sem tratamento.

    A vida alimentar moderna está muito doente. Comemos e bebemos mal, em excesso, abusando da carne, frango, açúcar e doces. Consumimos alimentos refinados, industrializados, bebidas engarrafadas, muitos aditivos químicos, agrotóxicos e fast foods. Muitos usam o forno de microondas, que supostamente, é uma das maiores causas do enfraquecimento do sistema imunológico e do desenvolvimento de problemas cerebrais. É preciso adequar a alimentação para melhorar nossa saúde e qualidade de vida.

    Mas isso não é tudo. Também é preciso praticar exercícios físicos. Na vida moderna, pouco se caminha, dependentes que somos dos veículos. Passa-se muito tempo sentado, diante a TV, do computador e no serviço. Isso é fatal! Sem exercícios físicos regulares, os músculos se atrofiam e sem se perceber, todo nosso organismo vai se paralisando, inclusive o sistema imunológico.

    Além disso, este tipo de vida traz mais stress, conflitos e insegurança. Este estado, chamamos "doenças da vida". Câncer, diabetes, osteoporose, cólica menstrual e outros são resultado do modo de viver. Se mudarmos os hábitos destrutivos por hábitos saudáveis, as doenças desaparecem sozinhas, sem medicamentos nem terapias. Chamamos esta transformação da vida de "Biosaúde", o vigor e a alegria da vida.

Uma bússola para a vida

    A Biosaúde pretende promover, de modo ativo e consciente, o processo da mudança da vida. Visa formar novos costumes, sadios, naturais e agradáveis. Especial atenção merece a importância da alimentação vegetariana, sem açúcar e a prática de exercícios físicos como caminhadas, suaysyo, chicum, danças. Destacamos também o uso interno da urina - o que chamamos de "Urosaúde", já que pensamos que "Uroterapia" não expressa bem o que pretendemos ensinar.

    Sabemos pela experiência que tomar a própria urina significa "acordar", tomar consciência de si mesmo. Muito mais do que uma terapia, ajuda imensamente a dinamizar o processo de mudança: mudança da alimentação, fazer exercícios, tomar urina, cuidar da natureza e do meio ambiente, são os principais métodos da Biosaúde.

    É simples, não é ? Adotando esta forma de viver, desaparecem todos os tipos de doença; inclusive o egoísmo e mau caráter. E passamos a desfrutar da saúde verdadeira, com alegria e serenidade. É através desta energia adquirida que pretendemos ajudar ao povo das comunidades. Isto é nosso maior objetivo.

    Bem-vindos ao mundo da BioSaúde !!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apelação no Novo CPC: o que mudou?

                                                                                              v Apelação no Novo CPC: o que mudou? ...

Tornar a ver