domingo, 2 de março de 2014

Dr. Cícero Galli Coimbra – Doenças Autoimunes e Vitamina D

Dr. Cícero Galli Coimbra – Doenças Autoimunes e Vitamina D – “Se a natureza não precisasse de 10.000 unidades todo o dia, não formava uma quantidade tão grande em tão poucos minutos.”

foto revista ISTO ÉDr. Cícero Galli Coimbra – Doenças Autoimunes e Vitamina D

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=4uJt1361aGw 

Vitamina D – Sem Censura – Dr. Cicero Galli Coimbra e Daniel Cunha

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=cIwIWim4hNM

“Vestindo uma camiseta regata e uma bermuda – porque você tem que ter a pele exposta ao Sol – nos horários corretos e sem protetor -, em apenas 20 a 30 minutos, você produz 10.000 U [unidades] de vitamina D.’’

“Se a natureza não precisasse de 10.000 unidades todo o dia, não formava uma quantidade tão grande em tão poucos minutos.”

“e nunca alguém teve intoxicação por ficar com a pele sob o Sol, produzindo 10.000 unidades internacionais de vitamina D”.

“Sem duvida alguma, isso é uma coisa fundamental, o mundo tem que passar a tomar sol no horário correto, que basicamente é o horário em que a nossa sombra tem a mesma dimensão da nossa estatura. Este horário varia conforme a estação do ano e a latitude. O parâmetro adequado é olhar a sombra e a extensão da sua estatura. Se você colocar fator de proteção solar, nesse momento, numero 8, você reduz em 90 % a produção dessa substancia fundamental para a nossa saude. Se usar fator 15, você zerou a produção de vitamina D. Por isso então, por não deixar a pele do corpo exposto ao Sol, a deficiencia desse hormonio fundamental á saude traz doenças. É a deficiencia da vitamina D no organismo que leva a doenças.”

 

Dr. Cícero Galli Coimbra – Doenças Autoimunes e Vitamina D

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=4uJt1361aGw

Um comentário:

  1. Médicos(s) que não investigam a falta de Vitamina D em seus pacientes, são incapazes, ou matam lentamente, ao lado da indústria farmacêutica, centenas de milhões de pacientes.

    ResponderExcluir

Apelação no Novo CPC: o que mudou?

                                                                                              v Apelação no Novo CPC: o que mudou? ...

Tornar a ver