domingo, 18 de junho de 2017

A Morte Sinfônica!...




(evangelista da silva)

A vontade de chorar...
Não se me permite abrir as comportas
Do Amazonas envenenado a morrer... 
Na dor e amargura da prepotência.

E, na ínfima macheza de ser homem...
Vou-me amargurado e dançante bêbado
Sob a chuva das minhas lágrimas retidas.

Veja que desgraça faz o Amor!...
Se nos mata na agonia e sofrimento
Enquanto matamos em vingança!...

Assim a orquestra sinfônica da vida...
Pela maestrina e amada Mulher regida...
Desafina os músicos e mata a Sinfonia!...





       

                                           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para Aldo Fornazieri, 'convulsão social já está ocorrendo'

Crise Na opinião de professor de Filosofia Política, "Temer está dando uma aula de como os profissionais de uma quadrilha reagem co...

Tornar a ver