terça-feira, 17 de janeiro de 2012

COITADINHA... A TV GLOBO ESTÁ OFERECENDO ÁLCOOL PARA MENORES DE 13 ANOS. DAÍ O ESTUPRO DE VULNERÁVEL!...

Hipocrisia no BBB: entre o amor e a infração

ESSE É UM PROGRAMA FEITO DOS EXCESSOS - DE SILICONE, DE CORPOS SEMINUS OU ATÉ NUS, CERVEJA, ÁLCOOL. SEXO COMO COMMODITY; O ÁLCOOL ESTÁ LÁ PRA TURBINAR AS RELAÇÕES

17 de Janeiro de 2012 às 13:42

Diego Iraheta

A TV Globo deu um show de hipocrisia na noite desta segunda-feira, 16. Ao invés de esclarecer a expulsão de Daniel, suspeito de estuprar Monique, Pedro Bial criou um mistério para aqueles telespectadores que, sem acesso às redes ou ao pay-per-view, não souberam do que aconteceu após a festa de sábado à noite no BBB. O apresentador do programa simplesmente informou ao público que a produção do BBB estava analisando "criteriosamente" o comportamento de Daniel desde a manhã de domingo. E, por ter cometido "infração" nas regras do Big Brother, o modelo acabou sendo expulso.
Que infração foi essa, Bial? No domingo à noite, o apresentador resumia a suspeita de estupro com a frase "o amor é lindo". Por que usar eufemismos para lidar com um caso de polícia? Se policiais baixaram no Projac para investigar um possível crime, é porque o assunto é sério. Por que então não aproveitar o gancho para debater o "estupro de vulnerável"? Quantas mulheres brasileiras já não viveram uma situação em que, por terem bebido além da conta, podem ter sido abusadas?
Por que ignorar o tema? Ontem, com amor, e hoje, com "infração"?!
Não se trata de reconhecer que houve estupro. Até porque isso é a polícia que vai dizer. E se a suposta vítima - a Monique - quiser registrar ocorrência.
O fato é que, se a Globo e Bial fizessem um mea-culpa, admitiriam a tese que o 247 defendeu há mais de uma semana - a de que começava mais um Big Bacanal do Bial.
Esse é um programa que é feito na medida certa. Na medida certa dos excessos - de silicone, de corpos seminus ou até nus, cerveja, álcool. E na medida certa da escassez de camas. É um programa do programa. Sexo como commodity. O álcool está lá pra turbinar as relações.
A produção do BBB só não contava com a possibilidade de que, dentre esses excessos, abre-se precedente para abuso. Para o "estupro de vulnerável", sobre o qual a polícia falou tanto hoje.
Até parece que a TV Globo, guardiã da conduta adequada, cidadã e altruísta, admitiria publicamente que o tipo de programa que ela transmite incentiva sexo e abre precedente para abusos e estupros!
Um big FAIL para o Big Brother. Decepcionou, Bial!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JORGE DONN - Bolero de Ravel